Orientações para reduzir os triglicerídeos

Sua função é fornecer energia imediata ou ser depositada em forma de gordura. Quando consumimos em grandes quantidades, os triglicerídeos podem se depositar nas artérias e formar placas de gordura (ateromas) capazes de obstruir a passagem de sangue. Tornando a pessoa mais suscetível a infarto e acidente vascular cerebral.

Taxa ideal: abaixo 150 mg/dl. 
-Reduza o consumo de carboidratos refinados (açúcar, pão branco, macarrão, lasanhas.....);
-Evite o consumo de sucos de caixinha ricos em carboidratos e açúcares.
-Inclua alimentos integrais na dieta. Arroz integral, pão integral, cereais integrais (aveia, quinua, linhaça...);
-Evite o consumo de alimentos industrializados, como: biscoitos, chocolates e doces em geral;
-Reduza o consumo de bebidas alcoólicas;
-Aumente o consumo de fibras, comendo mais frutas e hortaliças, além de cereais integrais, como aveia, arroz integral e pão integral com grãos inteiros;
-Consuma alimentos que contenham antioxidantes (vitaminas C e E) como a laranja, acerola, hortaliças amarelas e laranjas e folhas verde-escuras.
-Reduza o consumo de gorduras (creme de leite, sorvete, leite integral, maionese e manteiga.
-Aumentar o consumo de peixe, pois é rico em ácidos graxos (Ômega-3) que previne a aterosclerose (acumulo de gorduras nas artérias).
-Consumir alho, pois um dente de alho por dia ajuda a reduzir o colesterol e os triglicerídeos.
-Praticar atividades físicas, no mínimo 3 vezes por semana. Pesquisadores revelam que a atividade física ajuda a reduzir os níveis de LDH (colesterol ruim) e triglicerídeos e aumentar HDL (colesterol bom).